Aumento no Preço dos Imóveis



  

A dificuldade de encontrar terrenos disponíveis para a expansão imobiliária, a mão de obra cada vez mais alta e a crescente demanda por habitação nas cidades, aumentam gradativamente os preços dos imóveis comercializados.

O dilema das construtoras e incorporadoras é exatamente incorporar empreendimentos que se adequem a ocupação da cidade e aos altos preços praticados para a implantação do projeto.

Com a crescente demanda para aquisição do imóvel próprio, os bancos e seguradoras passaram a oferecer mais créditos imobiliários, atendendo às recorrentes obras de ocupação urbana e gerando oportunidades para as classes mais baixas. Desde então, as empresas relacionadas à Construção Civil se encontraram em meio à necessidade de aquisição de novos terrenos para os empreendimentos, o que proporcionou ainda mais valorização nos mesmos.

De acordo com os especialistas, programas de incentivo à habitação para a Classe C, como o Minha Casa Minha Vida, impulsionaram o crescimento do setor, diminuindo os riscos praticados e possibilitando a sua execução em áreas em fase de valorização imobiliária.





Hoje, o setor imobiliário encontra-se voltado mais para a situação de oferta do que a de demanda. Isso ocorre devido à necessidade de construção de moradias para a classe média e devido à dificuldade de encontrar solo para a implantação nas áreas de concentração de renda da população.

Mesmo com o crescimento do interesse pela casa própria, as empresas afirmam que o crescimento dos terrenos, produtos e mão de obra, não poderá ser maior. Isso porque deve ocorrer um nivelamento de tarifas e valores para a continuidade do crescimento do setor.

Por G.Produções



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *