Construção: na contramão da crise econômica brasileira



  

O Brasil vem enfrentando uma crise econômica muito séria. No entanto, na contramão da mesma, destaca-se o setor de construção. Apesar de abalado, muitas empresas seguem firmes e fortes.

Um exemplo é a Hantei Engenharia, com sede no centro de Florianópolis, capital de Santa Catarina. A empresa não parou de investir no segmento de imóveis e vem obtendo sucesso em seus empreendimentos. Prova disso é o empreendimento Kennedy Towers que, apesar de ainda estar em fase de construção, já conta com poucas unidades disponíveis.

A maré baixa na economia, contudo, não durará para sempre. Mesmo com a perspectiva de crescimento negativo ainda para 2016, a perspectiva é de melhora já a partir do segundo semestre do próximo ano. O crédito, escasso atualmente, tende a ser retomado assim que a situação econômica e as contas do governo melhorarem.





Por isso, segundo o Sinduscon, é preciso que os empresários do segmento assumam o papel de investidores e trabalhem em cima de um planejamento, organizando as suas contas para aquisição de imóveis. Também é preciso focar na revisão de projetos e seus custos, trazendo-os o mais próximo da realidade atual, para então conseguir a sua viabilização.

O Kennedy Towers

Com arquitetura moderna, o Kennedy Towers está localizado em São José (SC), município localizado ao lado de Florianópolis. Fica situado na Avenida Presidente Kennedy, uma das mais importantes da cidade, tendo vista para o mar, a apenas 150 metros da praia.

Suas duas torres empresariais foram pensadas com foco em tecnologias de sustentabilidade e construtivas, com espaços modulares que podem se adequar facilmente à necessidade do mercado. Conta com áreas privativas de 33,20m², área comum de 12,23m² e área total de 45,43m². Além disso, há vaga de garagem privativa com área de 12,00m². O projeto ainda conta com um Centro Comercial com estacionamento rotativo, lojas de serviços e produtos, praça de alimentação, que trazem ao lugar um ponto de referência para a região.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *