Queda nos preços dos imóveis no Brasil



  

Queda de preços dos imóveis atinge a marca de 6,55% neste ano, sendo um ótimo investimento para aqueles que têm dinheiro.

Atualmente, é crescente o número de imóveis que estão para vender e alugar em cidades como o Rio de Janeiro e São Paulo.

Em bairros nobres, como, por exemplo, o Morumbi, o número de imóveis voltados para a venda é crescente. Há um ano atrás, mesmo com uma quantidade boa de imóveis à venda, o preço estava lá em cima, acompanhando a chamada bolha imobiliária. Essa bolha é composta da alta valorização dos imóveis, e ocorre em praticamente toda a cidade, principalmente em áreas próximas de construções como metrôs, como é o caso na cidade de São Paulo. 

Porém, com a crise presente, um dos mercados que foram mais afetados neste ano foi o dos imóveis. A queda dos preços e a baixa procura para realizar vendas, principalmente de construções novas, como prédios e condomínios, vêm preocupando os construtores. Mas isso é uma via de mão dupla, claro, pois, com a bolha imobiliária, o valor dos imóveis subiu de uma forma absurda em pouquíssimo tempo, a valorização dos imóveis de 2008 até 2014 foi cerca de 25%, e dependendo do bairro esse reajuste era ainda maior! 

Agora, a diminuição do preço dos imóveis é aparente e num âmbito geral atinge a marca de 6,55%. Em bairros como o Ibirapuera (que chegou a ser um dos bairros mais caros para se morar na capital paulista), a queda chegou a ser de 0,7%, deixando o metro quadrado avaliado em R$ 12.018 neste ano.





A desvalorização ou queda no preço dos imóveis é a primeira desde 2008 e acaba sendo uma boa oportunidade para aqueles que têm dinheiro e querem investir, principalmente na hora de comprar um imóvel novo: devido à pouca procura de lançamentos imobiliários, para não sair no prejuízo, algumas construtoras estão vendendo o apartamentos por até R$ 20 mil mais barato do que o preço anterior. A alta desistência e quebra dos contratos de compra e financiamento também estão favorecendo essas condições para aqueles que querem investir, seja para alugar o futuro imóvel ou para comprar sua casa própria. A única coisa ruim é que, em compensação, pegar empréstimos bancários por esses tempos está meio complicado. E parece que vai continuar assim.

Alguns economistas indicam que, por exemplo, no mercado imobiliário o preço volte a ser o mesmo de 2008, quando a bolha imobiliária começou a surgir, sendo uma oportunidade ótima para aqueles que têm dinheiro, fazendo um bom investimento. 

A situação dos imóveis no Brasil, nesse momento, encontra-se similar àquela da crise de 2008 nos Estados Unidos, onde de uma forma geral, a bolha imobiliária estourou, trazendo assim, a queda do preço dos imóveis.

Por Mariana Oliveira

Imóveis



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *