Aplicativo móvel do banco permite que clientes possam realizar financiamento imobiliário.

O Banco do Brasil já conta com várias ferramentas digitais à disposição de seus clientes, ferramentas as quais ajudam muito no dia a dia. Indiferente de tipos de contas e perfis de clientes do banco, é possível que todos tenham acesso bastante facilitado à gama de serviços disponíveis, seja pelo site do banco ou aplicativos para smartphones e tablets.

Novo app já em testes

Em vistas a aumentar seu portfólio de possibilidades digitais para beneficiar os seus clientes, bem como a praticidade para um trabalho mais leve em termos de sistema no próprio banco, o BB já iniciou os testes para a utilização de seu novo aplicativo móvel.

App para operações de crédito imobiliário

A principal função do novo aplicativo do Banco do Brasil será voltada a originar operações de crédito imobiliário.

Na 1ª fase de utilização do novo aplicativo do BB será possível fazer simulações de crédito pelo cliente, o qual em determinado ponto da operação será redirecionado para uma opção de financiamento imobiliário a qual seja mais coerente e adequada ao seu perfil, considerando também suas necessidades e na sequência permitindo ao cliente que ele solicite o contato para apresentação da proposta verificada.

Funcionalidade total do App

A expectativa para que o aplicativo esteja em pleno funcionamento com as operações sendo feitas de forma completa é de que até o final deste ano de 2017.

Quando for possível efetuar todo o procedimento de acolhimento das propostas efetuadas pelos clientes, bem como o envio da documentação do crédito imobiliário pleiteado, feito diretamente pelo app do banco, então o ciclo de utilização estará completo e em pleno uso.

Mais praticidade também para o banco

Até o momento a maior parte, ou seja, 60% dos processos de análise e liberação dos contratos desta modalidade de crédito tipo imobiliário está levando até aproximadamente 30 dias, porém, a média é de 33 dias, desde o recebimento das propostas, passando pela análise e a liberação de recursos.

Pretende-se que o tempo total médio do processo em sua totalidade seja diminuído consideravelmente após a utilização gradual do app pelos clientes interessados.

Para mais informações é possível acessar o site principal do Banco do Brasil: www.bb.com.br.

Por Silvano Andriotti


O conselho curador do FGTS limitou as taxas de serviço cobradas por bancos para a aquisição da casa própria pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH).

Estas taxas de serviço, por serem livres variavam de banco para banco, podendo chegar até a três mil reais.

A partir de agora e com prazo de sessenta dias para a adaptação dos bancos a nova regra, ficou estabelecido que em um financiamento de até R$ 130 mil reais, a tarifa será de 0,16% sobre o montante financiado com teto de R$ 800,00.

Em valores acima de R$ 130 mil, e que podem chegar a R$ 500 mil, o máximo financiado no SFH, será cobrado 0,32% com limite de R$ 1,6 mil.

Fonte : Jornal O Dia




CONTINUE NAVEGANDO: