A fim de contradizer alguns últimos rumores, Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil, afirmou em entrevista a emissoras de rádio que nenhuma obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) está estacionada por falta de dinheiro.

Lula justificou, sobre a suposta paralisação de duas obras do programa em Sergipe – uma em Santa Maria e outra em Coqueiral –, que isto é alguma discussão entre empresários, algo da Justiça ou, então, do Tribunal de Contas. De todo jeito, o presidente articulou que consultará Dilma Roussef, ministra-chefe da Casa Civil e responsável pela gestão do programa, para a obtenção de maiores detalhes.

A justificativa mais específica de Lula diz respeito ao Tribunal de Contas, este, que muitas vezes, segundo ele, por causa de indícios de sobrepreço em determinadas obras, obriga o governo federal a remanejar todo o processo. Há, ainda, de acordo com o líder do Brasil, momentos em que a empresa perde a licitação, entra na Justiça e estagna obras.

Por Luiz Felipe T. Erdei


O novo programa de financiamento imobiliário, “Minha Casa Minha Vida” aprovada pelo presidente Lula, que promete financiar casas populares para quem ganha até 10 salários mínimos ainda está gerando muitas dúvidas.

Apesar das inscrições para participar do programa de financiamento já terem começado, muitas pessoas ainda tem dúvidas de quem realmente pode participar.

Para quem também está com estas dúvidas aqui vão alguns esclarecimentos sobre o Programa “Minha Casa, Minha Vida”:

– Quem recebe menos de 3 slários mínimos, irão ter de esperar e se cadastrar nas prefeituras (dentro do período estípulado por elas).

– Já quem ganha de 3 a 10 salários mínimos, podem escolher o imóvel direto na construtora e depois procurr a Caixa Econômica Federal para solicitar o financiamento. O imóvel deve custar no máximo R$130.000,00.

– O valor das prestações do imóvel não podem passar os 10% da renda mensal da família (O valor mínimo das parcelas mensais serão de R$50,00).

– O programa não tem nenhuma taxa de Inscrição, muito menos prestação de entrada.

– A primeira parcela do imóvel só será paga quando o imóvel já estiver pronto.

– O parcelamento do financiamento pode ser pago em um prazo máximo de 10 anos.

Os primeiros imóveis devem ficar prontos dentro de um ano.

Maiores Informações sobre o Programa “Minha Casa, Minha Vida”, assim como uma simulação de financiamento, podem ser obtidos clicando aqui





CONTINUE NAVEGANDO: