Caixa realiza Leilão de Imóveis



Caixa realiza leilão de mais de 18 mil imóveis distribuídos por todo o Brasil.

A Caixa Econômica anunciou a partir desta segunda-feira, dia 13 de agosto, a liberação de mais de 18 mil imóveis espalhados pelo Brasil e que estão disponíveis para a venda a quem possa interessar.

Segundo a instituição, os imóveis foram retomados de clientes em débito de financiamento e deverão ser revendidos não somente através de leilão, mas também deverão ser negociados por meio de licitação, venda direta e negociação on-line.



As negociações estarão em aberto até o dia 17 de agosto e fazem parte desta lista apartamentos, terrenos, salas comerciais e mais de uma centena de casas localizadas por várias cidades brasileiras.

Os interessados poderão ter acesso aos imóveis através das imagens no site da Caixa, inclusive com todos os detalhes de cada um deles.

Caso queira mais informações, basta acessar a seguinte página que está disponibilizada na internet para todos os interessados: http://www.caixa.gov.br/voce/habitacao/imoveis-enda/Paginas/default.aspx.



Neste site, é possível tirar todas as dúvidas e também consultar a relação integral de todos os imóveis disponibilizados para a ampla negociação.

Se o futuro proprietário encontrar alguma dificuldade para participar do processo, será possível contar com a orientação de corretores de imóveis credenciados e que poderão esclarecer todas as dúvidas, assim como orientar sobre todos os procedimentos obrigatórios para o processo de aquisição das propriedades.

Poderão participar das negociações dos imóveis realizado pela Caixa qualquer pessoa maior de 18 anos. Além disso, as empresas poderão participar dos lances e dos processos de compra direta desde que estejam estabelecidas em território nacional e com a documentação exigida em dia.

No entanto, uma das regras obrigatórias para a aquisição é a proibição de compra dos bens por parte de funcionários da própria Caixa e que trabalhem nos setores ligados a imóveis. Além disso, também ficam proibidos de participar os parentes de descendência direta destes servidores.

O processo de aquisição poderá ser feito através de financiamento junto ao banco, com parcelas ajustadas de acordo com a renda declarada por parte do comprador.

No processo de aquisição, os interessados poderão usar o seu saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), caso trabalhem com carteira assinada ou sejam servidores públicos. Este fundo individual será utilizado para abater uma parte do montante da dívida e refinanciar o restante a longo prazo. Para isso, será necessário também que sejam observadas todas as etapas exigidas pela instituição para a concessão do financiamento.

A vantagem deste tipo de transação é que o comprador terá a garantia de que vai adquirir um imóvel com toda a documentação legalizada e regularizada.

A grande disponibilidade dos imóveis disponíveis por ser notada em algumas capitais brasileiras.

Em cidades como o Rio de Janeiro, existem mais de mil unidades incluídas na lista da Caixa para negociação junto aos interessados.

No estado do Ceará, este número já ultrapassa os duzentos imóveis que deverão ser vendidos pelo banco até o fim do prazo em 17 de agosto.

Outra vantagem para quem vai adquirir um destes bens pela Caixa é o preço. Segundo os especialistas do ramo imobiliário, os valores cobrados estão num patamar bem abaixo do mercado atual, o que torna tal transação um excelente negócio para quem deseja realizar o sonho de ter a sua casa própria ou ter um espaço físico para iniciar o seu próprio negócio.

Os interessados em adquirir um destes imóveis para morar, um terreno para construir a sua casa ou mesmo alguma sala comercial para colocar um negócio próprio, devem se dirigir a uma agência da Caixa mais próxima ou acessar o endereço eletrônico descrito acima para obter todos os detalhes.

A Caixa Econômica deverá iniciar todo o processo com a colocação dos imóveis para um leilão inicial. Se o bem não for arrematado depois de 45 dias, tempo suficiente para que a instituição possa promover duas sessões de arremate, então, ele é colocado para a venda direta que poderá ser pela internet ou por licitação.

Por Emmanoel Gomes

Leilão de imóveis



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *