Novo Financiamento Imobiliário da Caixa Econômica





Nova linha de crédito será atualizada pela inflação.

A Caixa Econômica Federal, com o intuito de facilitar a realização da compra da casa própria, por diversos brasileiros, lançou uma nova linha crédito, que foi atualizada de acordo com a inflação.

Sabe-se que essa nova modalidade de crédito deve ser disponibilizada a partir do dia 26 do mês de agosto, no entanto, cada cliente poderá escolher se quer ou não usá-lo. Desse modo, essa é uma modalidade facultativa.




A novidade no crédito imobiliário foi divulgada no Palácio do Planalto, tendo como presença a figura do Presidente Jair Bolsonaro.

É isso mesmo! A Caixa Econômica Federal, nesta terça-feira, dia 21 do mês de agosto, lançou uma nova linha de crédito imobiliário, desta vez, atualizada pelas taxas de inflação, que foram medidas pelo IPCA – Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo.


Sendo assim, o lançamento dessa nova linha de crédito ocorreu no Palácio do Planalto, em uma cerimônia que contou com inúmeros participantes do alto escalão, como o Presidente da República Jair Bolsonaro, os ministros do seu Governo e não poderia faltar a presença de Pedro Guimarães, o atual presidente da Caixa Econômica.

Essa nova linha de crédito, anunciada na terça-feira, será válida para os imóveis residenciais que se enquadram no SFH – Sistema Financeiro de Habitação e no SFI – Sistema Financeiro Imobiliário.

Com isso, a Caixa Econômica Federal acredita que a mudança seja positiva, pois dessa forma é possível reduzir o custo do crédito imobiliário.

No entanto, os analistas acreditam que esses empréstimos fornecidos aos clientes para a compra da casa própria corrigidos pela inflação pode representar um risco e trazer uma dívida ainda maior. Isso porque, caso o IPCA aumente no período determinado pelo contrato, isso pode significar que o custo do financiamento também irá sofrer alterações e, por isso, aumentará.

De acordo com Pedro Guimarães, presidente da Caixa, a correção através da inflação tem o intuito de de possibilitar uma maior transparência ao cliente que escolher essa modalidade de crédito imobiliário. Além disso, ele ainda afirmou que o custo também pode aumentar de acordo com a variação de TR.

Nos dias de hoje, existem linhas de crédito acompanhadas com uma corrreção que é vinculada à Taxa Referencial, que é definida de acordo com o Banco Central. Dessa forma, há diversos sistemas de amortização.

Sabe-se que o crédito imobiliário tornou-se uma das linhas de créditos mais importantes da história do Brasil. Isso porque, foi através disso que milhões de brasileiros conseguiram construir a tão sonhada casa prória e com isso, sair do aluguel para investir o dinheiro fruto de seu suor em algo seu.

Possuir a casa própria sempre foi um sonho bastante comum a diversos brasileiros esparramados em todo o território nacional, pois além de representar estabilidade, o proprietário da casa passa a ter a casa como uma referência de local seguro, um cantinho particular e ao mesmo tempo, pode-se ver livre dos aluguéis e, dessa forma, ao invés de pagar mensalmente uma quantia para residir na casa de outro alguém, passa a usar essa quantia destinada antes ao aluguel para um bem de benefício próprio.

No entanto, como o crédito imobiliário nada mais é que um empréstimo feito junto a Caixa Econômica Federal, o valor total do empréstimo está acrescido a juros, que variam de acordo com a inflação nacional. Desse modo, os juros dos empréstimos, no início eram baixos, com o passar do tempo, o cenário político-econômico começou a passar por alguns conflitos. Tendo isso em vista, os juros aumentaram arbitrariamente e se antes o sonho de possuir a casa própria estava a apenas um passo de ser realizado, havia se tornado um objetivo mais distante. Apesar de tudo isso, parece que no momento, é posssível solicitar o crédito imobiliário para a construção da própria casa,sem ser exposto à juros abusivos.

Ana Paula Oliveira Coimbra



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *