Erros para não cometer ao comprar um imóvel

A compra de um imóvel deve ser cercada por certos cuidados para que mais tarde não venha a se tornar um problema.

Certos aspectos, tanto de ordem burocrática como outros que envolvam o imóvel pretendido, devem ser observados com bastante calma. É necessário que o comprador faça a checagem de alguns pontos antes de decidir pelo negócio.

E vale lembrar que as informações necessárias dificilmente serão obtidas através do corretor. Por mais honesto que seja, o interesse dele é a comissão que o negócio vai gerar para si. Por este motivo, provavelmente não será ele a mostrar qualquer ponto menos favorável que o imóvel apresente.

Veja alguns aspectos importantes a serem evitados antes da compra para prevenir o arrependimento.

1 – Fechar o negócio sem saber da sua situação legal

O primeiro passo é averiguar se o imóvel que desejamos está com todos os documentos em ordem. Se estamos adquirindo algo que pode fazer parte do nosso patrimônio futuro, não podemos fazê-lo de forma descuidada. Quando adquirimos um imóvel com o objetivo de fazer um investimento que traga segurança, todo o cuidado deve ser observado.

Essa não é a tarefa difícil, como pode parecer. Qualquer documento que relativo a imóveis pode facilmente ser conferido na prefeitura do município em que está localizado o imóvel ou em outros órgãos públicos. Você pode pedir:

  • a certidão negativa do IPTU e da receita previdenciária;
  • quitação de dívidas dos serviços essenciais como água, energia, telefone;
  • certidões negativas da justiça federal, criminal e cível;
  • matrícula atualizada no Cartório de Registros do município.

2 – Comprar sem saber os preços de imóveis da região

Fazer uma pesquisa nos arredores pode ajudar a descobrir se o imóvel está com o preço praticado na região. Essa atitude pode evitar que você pague pelo imóvel mais do que vale. E em caso de descobrir que o preço está abaixo da média pode indicar um possível problema relacionado ao imóvel. Esse problema pode estar na parte estrutural do imóvel ou mesmo algum problema jurídico envolvendo seu dono.

Leia também:  Investir em imóvel: vale a pena comprar para alugar?

3 – Decidir a compra baseado apenas na primeira impressão

A compra do imóvel deve atender a todas as necessidades desejadas pelo comprador. A primeira vista o negócio pode lhe parecer bom, mas é importante que você vá ao local algumas vezes para identificar possíveis problemas de infraestrutura ou mesmo de segurança do bairro. Perceber se o bairro oferece serviços, se haverá facilidade no deslocamento para o trabalho e colégios, por exemplo. São detalhes que podem fazer grande diferença no seu bem estar e de sua família.

4 – Contrair empréstimo de alto valor para aquisição do imóvel sem refletir sobre suas reais condições financeiras

Antes de pedir o empréstimo, faça uma análise sobre sua condição financeira. Leve em conta as dívidas, possíveis gastos com reforma, além de outros gastos que possam surgir. Procure fazer também várias simulações de pagamento. Apenas faça o empréstimo que seu orçamento permita. Procure se informar sobre as condições e formas de amortização da dívida, e se o seu FGTS pode ser usado para diminuir o valor das prestações.

5 – Adquirir o imóvel sem levar em consideração custos adicionais

Para comprar um imóvel deve-se levar em consideração o custo total da compra. Os impostos, taxas para a transferência de dono, e demais gastos precisam ser analisados como por exemplo o ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis). Não feche um negócio sem saber o real valor que ele vai lhe custar.

6 – Assinar contrato sem a devida atenção

Para realizar um negócio seguro leia sempre todas as cláusulas do contrato com muita atenção. Leia detalhadamente, pergunte e se informe sobre qualquer ponto que não esteja bastante claro pra você. Somente assine com a certeza de que será um bom negócio.

Leia também:  Comprar a Casa Própria - Dicas para fazer um bom negócio

Após todos esses cuidados, vale ainda uma recomendação: é sempre aconselhado que, quando for realizar a compra, antes leve até o local alguém que possa fazer uma avaliação técnica sobre as condições gerais do imóvel. Um engenheiro, arquiteto ou mestre de obras podem lhe dar um parecer sobre o estado em que se encontra e detectar possíveis problemas.

Próximo Post

Não há mais posts

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *