Veja aqui quais são as melhores cidades do Brasil para se morar de acordo com a empresa Marcoplan.

Pesquisa recentemente lançada está indicando as 100 cidades brasileiras consideradas as melhores para morar. A pesquisa foi feita pela empresa de engenharia Marcoplan, a qual considerou as mais populosas e entre elas as melhores.

Critérios

Foram consideradas somente as cidades com mais de 266 mil habitantes, tendo como balizadores os seguintes critérios:

  • Educação

  • Gestão

  • Saúde

  • Transparência fiscal

  • Economia

  • Saneamento

  • Segurança

A TOP 100

A cidade de Maringá, no Paraná, ficou em primeiríssimo lugar entre as consideradas melhores para morar, com mais de 266 mil habitantes.

A cidade, a princípio, não tem um indicador apenas que denote uma grande diferença, porém, tem bom equilíbrio entre os vários indicadores, o que contribuiu para que ela figurasse em primeiro.

As cidades de: Piracicaba – SP, São José do Rio Preto – SP e Franca, também em São Paulo, são as que sucedem imediatamente o 1º lugar.

Supremacia paulista

O Estado de São Paulo lidera o ranking no comparativo entre estados, sendo que 26 cidades aparecem na lista.

No quesito de regiões, a região Sudeste é a que mais marca presença na relação, com 49 cidades aparecendo na lista, sendo destas, 8 que estão entre as “10 melhores”.

Quando se fala em capitais estaduais é possível verificar que quase a totalidade das capitais dos estados da federação estão na lista, e as melhores são: Curitiba (no Paraná, em 9º lugar); Florianópolis (Santa Catarina, em 17º lugar); Vitória (no Espírito Santo, 19º); Belo Horizonte (em Minas Gerais, 20º) e São Paulo (Capital, 21º).

Vamos ver como fica a lista da Marcoplan, considerando as 10 primeiras entre as melhores para morar segundo a pesquisa:

  1. Maringá (Paraná)

  2. Piracicaba (São Paulo)

  3. São José do Rio Preto (São Paulo)

  4. São José dos Campos (São Paulo)

  5. Franca (São Paulo)

  6. Campinas (São Paulo)

  7. Jundiaí (São Paulo)

  8. Limeira (São Paulo)

  9. Curitiba (Paraná)

  10. Sorocaba (São Paulo)

Certamente se considerados outros parâmetros, como cidades com menor número de habitantes, por exemplo, a classificação seria bastante diferente, devido às diferenças de grandes centros para pequenos municípios.

Para ter acesso a lista completa com as 100 cidades acesse o link http://casaclaudia.abril.com.br/.

Por Silvano Andriotti


Confira aqui a lista com as melhores cidades para se morar em 2017.

Hoje em dia as pessoas levam em consideração várias características para escolherem um local para morar. E para ajudar nesta escolha, o banco alemão Deutsche Bank, famoso por ser uma das instituições mais importantes do mundo e por realizar diferentes listas que dão dicas de economia, turismo, compras e outros intens, dessa vez, a organização financeira fez um ranking das “Melhores cidades para se viver”.

Criado no século XIX, em Berlim, em mais de 140 anos de fundação a instituição atualmente está presente em mais de 70 países, com quase 3.000 unidades e emprega mais de 40.000 funcionários. A empresa investe em um mercado bastante importante nos dias atuais, o bem-estar dos seus clientes e dos possíveis associados. Esse serviço se caracteriza por divulgar diferentes dicas de assuntos distintos para que as pessoas possam adquirir mais qualidade de vida, de acordo com essas indicações. Com isso, as pessoas comprovam que existe uma preocupação da entidade com o bem estar delas.

O ranking é fruto do estudo “Mapeando os preços do mundo”, que levou em consideração algumas peculiaridades como: aspectos meteorológicos, condições de poluição, tráfego nessas cidades, valor de imóveis de acordo com a arrecadação por habitantes, despesas do dia a dia, índices de segurança e violência e auxílio de saúde. Ao todo foram listadas 47 cidades espalhadas pelo mundo e as únicas nacionais representantes foram São Paulo na 40º lugar e Rio de Janeiro na 43ª ocupação. Confira agora o ranking com as 26 cidades escolhidas como as melhores para se morar:

26º lugar: Oslo – Noruega.

25º lugar: Joanesburgo – África do Sul

24º lugar: Bruxelas – Bélgica.

23º lugar: Varsóvia – Polónia,

22º lugar: Chicago – Estados Unidos.

21º lugar: Dublin – Irlanda.

20º lugar: Estocolmo – Suécia.

19º lugar: Praga – República Tcheca.

18º lugar: São Francisco – Estados Unidos.

17º lugar: Cidade do Cabo – África do Sul.

16º lugar: Madri – Espanha.

15º Lisboa – Portugal.

14º lugar: Toronto – Canadá.

13º lugar: Auckland – Nova Zelândia.

12º lugar: Berlim – Alemanha.

11º lugar: Helsinque – Finlândia.

10º lugar: Sydney – Austrália.

09º lugar: Amsterdã – Holanda.

08º lugar: Boston – Estados Unidos.

07º lugar: Ottawa – Canadá.

06º lugar: Copenhague – Dinamarca.

05º lugar: Zurique – Suíça.

04º lugar: Melbourne – Austrália.

03º lugar: Viena – Áustria.

02º lugar: Edimburgo – Escócia.

01º lugar: Wellington – Nova Zelândia.

Estão presentes na lista as cidades de quase todos os continentes no mundo. Esses lugares se têm uma grande diversidade cultural, ricos em história, gastronomia diversificada, espaços com grandes obras de arte, dentre outros atrativos. Então, se você está com vontade de começar uma vida nova, em um local contemporâneo, uma dessas cidades pode ser uma ótima opção. Então pense direito, se programe e ótima viagem!

Isabela Castro.


Confira aqui as melhores cidades brasileiras para se morar depois da velhice.

A vida nos grandes centros urbanos é para a maioria das pessoas muito estressante, afinal, a cidade grande é sempre muito agitada. Uma pessoa em idade produtiva trabalha e ainda desempenha outras atividades como estudar, frequentar academia, ainda tem os círculos sociais e o quase sempre caótico trânsito que estressa qualquer um.

Além disso, a violência nas grandes cidades tem aumentado a cada dia, o que leva muitos de seus habitantes a planejarem uma velhice mais tranquila em locais onde existe uma maior qualidade de vida.

Nesse sentido, muitas pessoas ao se aposentarem com idade entre 60 e 75 anos acabam se mudando para cidades mais tranquilas, onde o índice de violência é menor, o acesso a saúde é mais fácil, com mais mobilidade e o preço de custo de vida é menor.

Dessa forma, foi feita uma lista com as melhores cidades para quem planeja passar a melhor idade longe dos agitados centros urbanos. Veja abaixo a lista baseada no IDU, Índice de Desenvolvimento Urbano sobre longevidade:

  • São João da Boa Vista: Município de São Paulo que recebeu nota 99,82;
  • Vinhedo: Município do estado de São Paulo que recebeu nota 99,49;
  • Lins: Município do estado de São Paulo que recebeu a nota 96,41;
  • Fernandópolis: Município de São Paulo que recebeu a nota 95,70;
  • Tupã: Município de São Paulo que recebeu nota 94,78;
  • Votuporanga: Município de São Paulo que recebeu nota 93,72;
  • Lajeado: Município do Rio Grande do Sul que recebeu nota 92,69;
  • Itapira: Município de São Paulo que recebeu nota 92,21;
  • Rio do Sul: Município de Santa Catarina que recebeu nota 92,15;
  • Bebedouro: Município de São Paulo que recebeu nota 91,11;
  • Pato Branco: Município do Paraná que recebeu nota 89,87;
  • Jaboticabal: Município de São Paulo que recebeu nota 89,13;
  • São José do Rio Pardo: Município de São Paulo que recebeu nota 89,05;
  • Paulínia: Município de São Paulo que recebeu nota 89,01;
  • Olímpia: Município de São Paulo que recebeu nota 88,82;
  • Videira: Município de Santa Catarina que recebeu nota 88,49;
  • Jaguariúna: Município de São Paulo que recebeu nota 88,08;
  • Mogi Mirim: Município de São Paulo que recebeu nota 87,96;
  • Batatais: Município de São Paulo que recebeu nota 87,37;
  • Avaré: Município de São Paulo que recebeu nota 87,01;
  • Matão: Município de São Paulo que recebeu nota 86,96;
  • Capivari: Município de São Paulo que recebeu nota 86,61;
  • Lavras: Município de Minas Gerais que recebeu nota 85,22;
  • Pirassununga: Município de São Paulo que recebeu nota 84,47;
  • Mirasol: Município de São Paulo que recebeu nota 84,28.

Sirlene Montes


O mercado imobiliário está passando por um mau momento, mas algumas cidades ainda atraem bons investimentos. As principais cidades que são melhores para investir são: São Bernardo do Campo (SP), Campo Grande (MS) e Santo André (SP).

Na hora de investir em um imóvel é preciso ficar atento a vários fatores, inclusive a cidade onde o imóvel se encontra e se você pretende investir na compra de um imóvel, conheça agora as melhores cidades brasileiras, onde você pode comprar um imóvel com maiores chances de conseguir um bom negócio, aplicando seu dinheiro corretamente.

Entre as 5 melhores cidades brasileiras para se investir em imóveis, 3 delas se encontram em São Paulo e não é por menos, pois o estado conta com uma melhor infraestrutura e não só a capital, como também muitas das cidades pelo interior do estado, estão em constante crescimento e atraindo grandes empresas.

O investimento em imóveis não é mais tão rentável como há alguns anos atrás, mas sem dúvida, continua sendo um dos melhores negócios para fazer um bom investimento, correndo menos risco.

O que acontece hoje no Brasil é que as áreas que atraem investidores no ramo dos imóveis estão concentradas em poucas cidades, levando em consideração o tamanho do país e por isso é comum que em pouco tempo os melhores imóveis sejam comercializados e os preços subam mais rapidamente, por isso é bom não esperar muito tempo.

As 3 melhores cidades brasileiras para investir em imóveis atualmente são:

São Bernardo do Campo, em São Paulo;

Campo Grande, no Mato Grosso do Sul;

Santo André, em São Paulo.

Outras cidades em São Paulo que estão atraindo investidores para o mercado de imóveis são:
Osasco, Ribeirão Preto, São José dos Campos, Sorocaba, Santos, Jundiaí, São José do Rio Pretoe também a cidade de Diadema.

Minas Geraistambém se encontra entre os estados com boas cidades para se investir em imóveis, mas a capital mineira, Belo Horizonte, ficou de fora. Se você quer realmente fazer um bom investimento, então é melhor procurar por outras cidades mineiras, entre elas: Uberlândia, Divinópolis, Juiz de Fora, Uberaba, Montes Claros, Ipatinga e também as cidades de Contagem e Betim, localizadas na região metropolitana de Belo Horizonte.

Em outros estados, as melhores cidades para você investir em imóveis, são:
Natal (RN), Niterói (RJ), Florianópolis (SC), Teresina (PI), Londrina (PR), Vila Velha (ES) e Caxias do Sul (RS).

Mas é importante analisar bem as características de cada cidade para saber qual é mais condizente com o seu perfil e as características do imóvel que procura.

Por Russel

Imóveis

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: