Confira aqui uma lista com as 10 principais imobiliárias de Ribeirão Preto (SP).

Com quase 675 mil habitantes, Ribeirão Preto (a 313 km de SP) é uma cidade próspera do interior paulista e o 25º maior PIB (Produto Interno Bruto) do país, superando algumas capitais brasileiras. E, no caso, investir em imóveis na cidade pode ser uma boa opção de negócio.

Além disso, Ribeirão tem qualidade de vida e pode ser uma boa alternativa para quem busca uma vida menos agitada nas grandes metrópoles e não abre mão de viver numa cidade de porte médio e próspera. No caso, se deseja buscar por imóveis, confira abaixo uma lista com dez das mais importantes imobiliárias da cidade, com respectivos contatos e mais informações sobre as atividades de cada um desses estabelecimentos.

1- Maçonetto

O local possui imóveis desde terrenos, apartamentos simples -bem como- residências que podem custar em torno de R$ 1 milhão.

Contato: http://www.maconetto.com.br/

2- César Paschoal

Com 25 anos de atuação, a imobiliária conta imóveis de alto padrão, com venda de mansões que custam a partir de R$ 1 milhão, mas há valores mais baixos para compra de imóveis.

Contato: https://www.imobiliariacesarpaschoal.com.br/

3- Imóveis Martinelli

A imobiliária tem opções para quem deseja morar em condomínios como Alphaville, dentre outros. Na página da Martinelli ainda é possível acessar canais de vídeos com promoções e ofertas de imóveis.

Contato: http://www.imoveismartinelli.com.br/

4- Imobiliária Santa Maria

Especializada em locação, venda de imóveis prontos e lançamentos, a imobiliária é uma das mais conhecidas da cidade e região. O estabelecimento também conta com popularidade nas redes sociais, a página da imobiliária no Facebook tem quase 43 mil curtidas e engajamento com os usuários.

Contatos: http://www.santamariatem.com.br/

https://www.facebook.com/santamariatem

5- Lago Imóveis

Opções para comprar ou alugar imóveis com preços populares. Outra modalidade disponível é a possibilidade de realizar trocas, caso a pessoa tenha algum imóvel e deseja usá-lo na obtenção de outro.

Contato: http://www.lagoimobiliaria.com.br/

6- Fortes Guimarães

O local tem imóveis diversos, inclusive opções para fins comerciais, bem como, casas de alto padrão (em torno de R$ 5.000 por mês, referente à locação).

Contato: http://www.imobiliariafortesguimaraes.com.br/

7- Dínamo Imóveis

São várias opções para quem deseja alugar ou comprar um imóvel em vários bairros da cidade. Contato: http://www.dinamoimoveis.com.br/

8- Sônia & Ramalho Imóveis

Além de opções para locação e venda de imóveis, o site da imobiliária também traz conteúdo com dicas sobre o mercado imobiliário.

Contato: http://www.soniaeramalhoimoveis.com.br/

9- Mundial Imóveis

A imobiliária possui lançamentos de condomínios residenciais com projetos arquitetônico que privilegiam o espaço. Há opções em lotes com cerca de 335 m².

Contato: http://www.mundialimoveis.com.br/

10- Dinardi Imóveis

O local conta com venda e locação de imóveis de médio a alto padrão.

Contatos: https://www.facebook.com/dinardi.imoveis/

http://www.imobiliariadinardi.com.br/

Por Letícia Veloso


As praias da zona sul carioca ainda são as que mais atraem turistas no verão. E o mercado imobiliário fica aquecido com a preferência pelo aluguel de imóveis para temporada.

Os bairros com maior número de ofertas de aluguel desses imóveis são Copacabana, Botafogo, Flamengo. Mobiliados, bem localizados e com a segurança do condomínio, os apartamentos também são mais fáceis de serem encontrados do que as casas.

Os preços variam por diária (em média, de R$100,00 a R$300,00) ou mês (de R$500,00 a R$2.000,00). Geralmente os proprietários cobram dessa modalidade um preço mais alto do que o tradicional aluguel de baixa temporada.

Por Karina Gonçalves


A Ética Imobiliária é uma das maiores imobiliárias na Cidade Maravilhosa. Integrante do Grupo Brasil Brokers, uma gigante do grupo imobiliário presente nas principais capitais do país – do qual fazem parte nomes como Avance, Del Porte e outros – a Ética é especializada em imóveis novos e prontos para morar ou usar.

Isso, além da oferta grande de imóveis, torna bastante atraente os serviços desta imobiliária, já que é possível ver os imóveis no site e então visitá-los sem o risco de comprar “no escuro” imóveis na planta.

A Ética conta com uma ampla rede de filiais, no Centro, Afonso Pena, Barra da Tijuca, Bangu, Bonsucesso, Botafogo, Cachambi, Campo Grande, Copacabana, Engenho de Dentro, Flamengo, Fonseca, Freguesia, Grajaú, Icaraí, Ilha do Governador, Ipanema, Jardim Botânico, Madureira, Méier, Sãens Peña, São Gonçalo, Taquara, Vila da Penha e Vila Valqueire. Endereços, telefones e e-mails de cada uma dessas filiais podem ser encontrados aqui.

Website: http://www.etica.com.br/


Nos quatro dias do Salão Imobiliário São Paulo, finalizado no último final de semana, a totalização monetária concedida em financiamentos para o setor girou em torno de mais de R$ 300 milhões. O evento, que atraiu mais de 60 mil pessoas ao Parque de Exposições do Anhembi, provou a consolidação da retomada de atividades econômicas no país, segundo Eduardo Sanovicz, organizador da feira.

Em detrimento à última edição do Salão Imobiliário, a presença dos ditos imóveis populares foi o principal atrativo, bem como a principal diferença. Dentre as 100 mil moradias à venda, quase 50% se enquadraram no programa denominado “Minha Casa, Minha Vida”, que beneficia pessoas interessadas em adquirir imóveis novos de até R$ 130 mil.

Em dados gerais, esse novo aspecto de renda pondera os financiamentos concedidos pela Caixa Econômica Federal. Para se ter uma idéia, até a tarde do último domingo, a instituição acertou R$ 145 milhões para mais de mil pessoas. Desse montante, R$ 83 milhões foram direcionados a residências do referido programa.

Por Luiz Felipe T. Erdei

O Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP) e o Bradesco firmaram, recentemente, um acordo que presume a liberação de R$ 1 bilhão em financiamentos imobiliários para os próximos cinco anos.

O acesso a esses recursos, porém, só serão alcançados pelas imobiliárias conveniadas ao Secovi – cinqüenta ao todo. O acerto conjectura o custeio de imóveis novos ou usados, residenciais ou comerciais, bem como lotes urbanos.

Além disso, a fim de facilitar as negociações entre cliente e imobiliária, as empresas disporão aos interessados em adquirir imóveis um meio exclusivo de atendimento para esclarecimentos de dúvidas em torno dos financiamentos pleiteados.

Por Luiz Felipe T. Erdei




CONTINUE NAVEGANDO: